segunda-feira, 30 de abril de 2012

Como Campeão

Hoje 30 de Abril de 2012, li uma noticia que me deixou muito triste. A
morte de um colega que fez parte da minha vida por muito tempo Daniel
Brandão.

Me recordo de quando éramos mais novos, tínhamos mais ou menos uns 13
anos, e jogávamos bola juntos, cheguei a ir na casa dele algumas
vezes, fazíamos uma zuera danada no colégio. Lembro que sempre que
encontrava com ele e vários outros amigos nossos, eu dizia: " Aquela
época foi a mais divertida que tive de colégio " e realmente era.
Era uma zuera só. E me recordo bem, que sempre ele estava sorrindo,
independente do que acontecia, se chamavam nossa atenção, se brigavam
com ele, seja lá o que for. O sorriso sempre foi uma marca registrada
desse guerreiro.

O reencontrei a mais ou menos 2 anos atrás, e a primeira coisa que
pude reparar, é que mesmo apos todo o percurso difícil que havia
percorrido, todas as dificuldades da doença, ele estava com aquele
largo sorriso no rosto, como se quisesse dizer a todas as pessoas que
estavam ao seu redor: " Sejam felizes também. Pois não importa o dia
de amanha, a felicidade é o único legado que terão em suas vidas "
E mesmo depois de tantos anos sem vê-lo, de cada um ter ido seguir sua
vida eu pude dizer a mim mesmo: " Realmente, esse cara é diferente.
Nunca precisou fazer nada para que eu tivesse seu respeito e sua
admiração ".

Na época de Ensino Fundamental, éramos grandes colegas, nunca chegamos
a ser grandes amigos. Mas isso, pouco importava, pois o respeito e o
carinho que tínhamos um pelo outro era reciproco e respeitoso. Não
fomos excelentes amigos porque cada um seguiu sua vida e fomos para
lados opostos. Mas sempre o vi como um campeão.
Desde sua internação, sempre imaginei ele dando a volta por cima
Novamente e voltando pra aproveitar a vida e espalhar sua Felicidade.
Porém, nessa manha ao ler a noticia de seu falecimento, não acreditei,
não queria acreditar. É algo difícil de descrever, pois parece que é
apenas mais uma das brincadeiras dele, que ele depois vai levantar e
dizer: " Ah, vocês acreditaram mesmo que eu ia agora né? " e então dar
aquele belo sorriso e começar a conversar e brincar com todo mundo.
Mas isso não aconteceu ate agora!

Mas eu tinha certeza, que ele não ia se despedir desse mundo com uma
tristeza no olhar. E Deus, foi generoso com ele e deu uma "ajudinha"
para que pudesse partir com o seu sorriso característico. Daniel era
um grande torcedor do Botafogo. E ontem, o Botafogo de Futebol e
Regatas foi consagrando Campeão da Taça Rio de 2012, e jogando muito
bem, o que deve tê-lo deixado ainda mais feliz!

Com toda certeza, ele estava comemorando muito, e cantando o Hino do
Glorioso. O hino que ecoou em seu peito ate o momento de sua partida.
Na verdade, ele deve estar nesse momento no paraíso, sorrindo e
debochando dos torcedores de outro time e cantando a Canção: " E
ninguém cala, esse nosso amor... "

E você esta certo Daniel, ninguém cala... Assim como ninguém vai
"calar" o sorriso que você deixou como legado, a alegria que você
trouxe para todos a seu redor.
Por isso eu tenho a convicção em dizer. Você é foi e sempre será um
Campeão, para todos aqueles que tiveram o PRIVILÉGIO de te conhecer.

Vá com Deus e saiba que "Tu és o Glorioso"


Daniel Brandão