quarta-feira, 7 de março de 2012

Cicatrizes Curadas





"Palavras...
Pra que tantas palavras, se os melhores momentos vivemos em silencio?
Pra que tanto murmúrio se o mundo irá lhe ouvir com o pensamento?
O alarde das nuvens sobre o céu, dizem que um novo dia irá chegar
Novas letras, novos sons e um velho conhecido. Seu Coração
Em dias claros e límpidos sinto a brisa sobre meus ombros
Vejo o quão feliz estou, vejo que das neblinas, nada ficou
Olho para o alto e vejo que as luzes refletem meu olhar
Sinto a felicidade em meu mundo pairar
Por trás do arco-íris se esconde um mundo de fantasias
Por trás de um belo olhar é onde encontro a alegria
Vejo o azul do mar e abro os braços para agradecer
As gotas que caem do céu, lavam minhas cicatrizes
E o que outrora me fez chorar, agora já me serve como alívio
As flores enfim brotam sobre meu jardim de sonhos
E as decepções deixei pra traz, como um pesadelo irrelevante
Que passou por minha mente e se perdeu num lugar distante"

sexta-feira, 2 de março de 2012

Não sou mais Eu




Onde posso me encontrar?
Vejo olhos passando por mim
Vejo vidas caminhando para o fim
Devaneios da ilusão real
Purificando as almas e os credos
O passado não ficou para trás
O presente não se faz atual
e o futuro já não sei se vai chegar
Um parâmetro paradoxal fundido com o mundo
Enfatizo as mentiras que vivi
Me abstenho dos caminhos que escolhi
Um imenso desapego com meu eu
Me transforma no que já não é mais meu
Ouço sons e não sei de onde são
Vejo imagens que não me trazem nenhuma recordação
Me jogo em um mundo ríspido e ócio
Não sei mais o que me transformarei
Mas não será mais utópico.
Fugirei do que é óbvio
Serei mais eu.
E vencerei com a ajuda de Deus.